Cabanha Umbu

 

Sistema Umbu

Acompanhamento individual

 

Peso ao NascerO objetivo de produção da Cabanha UMBU está direcionado para a criação de bovinos das raças Aberdeen Angus e Brangus, reprodutores fêmeas e machos, sendo complementado pela criação de ovinos e por atividades agrícolas.

Embasando esses direcionamentos há um sistema (sistema UMBU) de produção que acompanha o desempenho de cada exemplar da espécie bovina, desde o seu nascimento.

Como conseqüência dessa forma de ação, somente aqueles indivíduos que vão se destacando, e sendo aprovados em todas as avaliações a que são submetidos, se destinam aos grupos de comercialização como reprodutores.

Os demais, que não satisfazem qualquer dos critérios de seleção, são direcionados para a linha de engorde e terminação. Lá continuam recebendo acompanhamento individualizado, que aqui são praticados desde o início dos anos noventa, antes, portanto do estabelecimento da sistemática de “rastreabilidade”.

As gerações, duas a cada ano, são originadas através do emprego de alternativas próprias à reprodução bovina com origem conhecida: Monta Natural Dirigida (MN), um reprodutor definido para cada lote de ventres escolhidos, Inseminação Artificial (IA / IATF) em todas as novilhas e nos ventres reconhecidos do plantel e TCSTransferência de Embriões (TE) em alguns conceituados como “vacas líderes” pelo PROMEBO® (Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne).

O acompanhamento individualizado se inicia com a identificação, apreciação e pesagem de cada bezerro, dentro das primeiras 24 horas após o seu nascimento.

 

Avaliações PROMEBO® e carcaça

 

Ao desmame é feita a avaliação de toda a geração pela sistemática do PROMEBO® quando as DEP´s (Diferença Esperada na Progênie) ao nascimento e desmame são calculadas. Esta avaliação estabelece o primeiro "ranking" do grupo. Os animais com classificação inferior são excluídos do conjunto de futuros reprodutores e deslocados para o grupo destinado ao abate.PROMEBO

Desde 2005, nessa mesma oportunidade, acontece a primeira medição, via ultra-sonografia, da AOL (área de olho de lombo), que disponibiliza uma indicação da estrutura carniceira.

Possivelmente esta seja uma ação pioneira, a nível Brasil, do sistema Umbu, que busca ir reunindo ao longo do período de desenvolvimento de cada exemplar um maior número de dados, tecnicamente fundamentados, que possam posteriormente caracterizá-los como reprodutores melhoradores.

Internamente ainda avaliamos duas outras características que influem fundamentalmente na exclusão de possíveis indivíduos: o temperamento e a quantidade de pelo. Por elas, os detentores de gênio mau, se machos, são castrados, bem como os peludos. Afinal, se possuem conotações que não apreciamos, menos servirão aos nossos clientes.

Nos machos que continuam, aos 15/17 meses, é feito o primeiro exame andrológico quando todo o aparelho reprodutivo é revisado e o perímetro escrotal (PE) é medido. Essa medição é analisada de forma comparativa, ajustada aos 410 dias, para ser considerada na DEP F. São excluídos do grupo os detentores de algum defeito ou de uma medida inaceitável.

Uma segunda avaliação pelo PROMEBO® ocorre na idade de ano e meio, quando como conseqüência, são disponibilizados os dados das DEP´s finais. Os grupos dessa geração ficam então definidos.

Nessa mesma época há uma medição mais completa das características carniceiras. Além da AOL são também medidas o EGS (espessura de gordura subcutânea) e o IGM (índice de gordura intramuscular) que exprime o “marmoreio” existente na carne, e que nos Angus e Brangus é fator que embasa a sua diferenciada qualidade.

Essas avaliações e medições, feitas para toda a geração em dois importantes momentos, ao desmame e ao sobre ano, possibilitam que a evolução havida em cada exemplar seja analisada, com uma confrontação da sua linhagem genética (pai, mãe, avô materno).

Fruto de todas as avaliações que são procedidas sobre os animais de cada raça acompanhada, a ANC (Associação Nacional de Criadores), representada pelo PROMEBO®, anualmente divulga o Sumário de Touros Pais. Os utilizados pela Cabanha UMBU, para a renovação de suas linhas genéticas, sejam eles próprios ou de outras origens, encontram-se bem classificados nesse Anuário, fato que atesta a evolução genética que acontece no plantel.

 

Capacitações reprodutivas

 

Também aos dezoito meses começam a ser feitas as verificações de avaliação do comportamento sexual dos machos. Os Angus passam pelo TCS (teste de capacidade de serviço) e os Brangus pelo EL (escore da libido), além de uma completíssima apreciação andrológica, onde inclusive um exame laboratorial de sêmen é realizado. Eventualmente, em função dos resultados há exemplares que são excluídos da oferta comercial, já que esta só é integrada por exemplares plenamente aprovados.

Simultaneamente a estas apreciações, também é mesurada a AP (área pélvica) de cada macho. Essa medida é tida como um importante fator na progênie que irá gerar, principalmente às suas filhas, pois estas terão diferentes facilidades de parto.

 

Apresentação aos técnicos: Registros

 

Após essa etapa os reprodutores, fêmeas e machos, são apresentados aos técnicos das associações de raça para revisão de suas características e encaminhamento confirmatório de seus registros.

 

Procedimentos complementares

 

Todos esses períodos são acompanhados por verificações sanitárias, com as respectivas vacinações que cobrem todas as possíveis moléstias prejudiciais a uma vida sadia e reprodutiva.

O processamento sistematizado de todos esses dados dá embasamento e fonte de análise para cada grupo que está sendo criado, e acima de tudo para uma contínua apreciação dos ventres integrantes dos plantéis, o que proporciona uma elevada possibilidade de melhoria a cada nova geração.

Sendo os animais criados em zona de clima temperado (temperaturas muito altas no verão / baixas no inverno), num meio-ambiente com mio-mio, carrapato e mosca do chifre, a rusticidade é uma característica que está assegurada em cada exemplar.

 

Reprodutores Melhoradores

 

Esse conjunto de tarefas, integrantes do sistema UMBU de produção bovina, leva à produção e posterior oferta de reprodutores melhoradores , devidamente avaliados, selecionados, aprovados e registrados que proporcionam a seus usuários, quando bem manejados, excelentes respostas em termos de índice de prenhez, de período mais concentrado para os nascimentos e de um maior número de terneiros, mais pesados ao desmame.

Com absoluto fundamento, podemos afirmar que possivelmente poucos outros criatórios oferecem à seus clientes um conjunto de informações mesuradas que possam ser tão influentes na escolha dos reprodutores que deveriam ser adquiridos.

 

Copyright © CABANHA UMBU - Todos os direitos reservados. Última atualização: Agosto/2015.
Rua dos Andradas, 2062 - Bairro Santana - CEP 97502-360 - Telefax (55 55) 3411.2200 - e-mail: umbu@umbu.com.br - Uruguaiana/RS